CEO, visto pela Forrester em 2020

ceo2

Sendo este o elemento mais importante na economia em todas as indústrias, e em 2020, é analisado com uma média de idade de 63 anos, pertencendo a uma geração que não frequentou a faculdade numa era com computadores. Nos tempos atuais, coisas boas estão a acontecer, sendo tempos em que a Amazon é uma referência.
Atualmente, o foco no CEO, reflete a necessidade numa falta de medo do desconhecido, necessidade de se abrirem´ e começarem a entender e obter o apoio necessário na compreensão de blockchain, nuvem, etc, recorrendo por exemplo a apoio de backoffice com criatividade de empresas, sem medo de ser único nesta vertente das
tecnologias: não o foco, mas a criatividade – intersecção da criatividade e tecnologia, e não tendo medo que deve entender e ser ousado.
Tudo isto em 2020 que será um mau ano para dados de terceiros e um bom ano para os comerciantes que levam a privacidade dos consumidores a sério. Entretanto, os desafios 2020 são diversos na ótica da gestão numa organização, pois os consumidores estão profundamente preocupados com a forma como os seus dados são recolhidos e usados. O volume de notícias sobre dados, violações, vigilância do governo, e corporativa e más condutas, azedou o sentimento do consumidor, na corrente de práticas de dados. A reação começou, e mais pessoas estão a tomar medidas ativas para proteger a sua privacidade.
ceo1
A Forrester prevê que processos de ação nesta área de privacidade vão aumentar
em 300%. Grandes empresas tecnológicas como Apple e Mozilla vão fornecendo aos consumidores novas ferramentas que excluem os dados e as startups anti-vigilância receberão financiamento, sendo entregues novos regulamentos.
Independentemente de acontecer através da tecnologia, sentimento, processo, ou regulação, o resultado será o mesmo: a gestão de marketing deixará de poder confiar em agregação de dados de terceiros para direcionar aos consumidores. Em 2020, prevemos que alguns marketeers vão ficar à frente da curva restringindo a sua dependência de dados de terceiros. Os marketers vão afastar-se do laborioso e muitas vezes indesejado esforços de personalização. Em vez disso, vão procurar estabelecer uma ligação autentica com os clientes através de  experiências. As organizações vão transferir 10% do seu orçamento para influenciar o marketing. As estratégias assentes em valores tornar-se-ão mais predominante, e cinco marcas Fortune 500 vão procurar Certificação B-Corp.
Dobrar a atenção em automação na empresa será uma tendência sem recuo. Muito poucas empresas investiram na preparação de empregados para o futuro do trabalho – o que significa trabalhar com, ao lado, e potencialmente para a automação.
by Forrester Research, 2020

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.