As futuras salas de reunião projetadas pela Microsoft

Para a maioria das empresas, recriar a visão da Microsoft envolverá o investimento em novo hardware. Numa das salas de demonstração, a empresa mostra, e poderemos ver o Surface Hub 2S de 85 polegadas atuando como o ponto focal da reunião, sendo que esta solução é uma “exibição colaborativa” A Microsoft vende a solução por US $ 22.000 (Cerca de 18.050€). As atualizações também não param nos ecrãs caros, pois a melhor experiência possível de Teams envolve microfones de alta qualidade instalados no teto de uma sala e uma câmara inteligente para rastrear os participantes pessoalmente.

“A criação de experiências equitativas e inclusivas começa com o design para as pessoas que não estão na sala”, disse o CEO da Microsoft, Satya Nadella num post do LinkedIn descrevendo os pensamentos mais amplos da empresa sobre o trabalho híbrido.”Queremos garantir que aqueles que entrarem remotamente sejam sempre participantes de primeira classe. ” Assim, o plano da Microsoft para melhorar as salas de reunião inclui ecrãs ainda maiores, áudio espacial, Teams em ´tamanho real´ e câmaras à altura dos olhos, que também farão com que tudo pareça mais natural.

À medida que algumas empresas começam a fazer a transição de seus funcionários para modelos de trabalho híbridos, a Microsoft compartilhou um novo vídeo detalhando como vê o seu software Teams a encaixar-se nesses arranjos. O clip mostra uma interface de salas atualizada que irá posicionar os participantes remotos perto da parte inferior do ecrã para fazer parecer que eles têm um lugar à mesa. Acima deles, duas janelas dedicadas ao bate-papo da reunião e quaisquer itens de ação que precisam de atenção e acompanham a apresentação atual.

A Microsoft prevê um novo hardware a acompanhar estes aprimoramentos de software. O ecrã que exibe a interface do Teams será maior para fazer os nossos colegas parecerem em tamanho natural. Além disso, as câmaras colocadas no nível dos olhos ajudarão a fazer as reuniões parecem mais naturais. O áudio espacial, por sua vez, existe para fazer com que o som de uma voz venha da pessoa específica que fala ao ecrã. A Microsoft não é a única empresa que pensa sobre o papel que a tecnologia pode desempenhar em espaços de trabalho híbridos. No início da semana, a Google exibiu o Projeto Starline na sua conferência de ´developers´ de I / O. É uma combinação de hardware especializado e´software de visão´ no computador que cria um efeito de “janela mágica” para fazer parecer que a pessoa com quem está a comunicar remotamente está na mesma sala.

Fonte: Engadget

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.