Para todos os que reclamam que o Tesla não faz barulho

Já é conhecida por alguns desde há algum tempo, principalmente pelos entusiastas de automóveis – VE, a possibilidade de ´anexar´ som ao carro, através de uma coluna de som externa . Agora o canal de youtube DragTimes publicou um destes casos, com um Tesla Model S Plaid. O canal publica análises de carros e vídeos , que são apenas para fins de entretenimento e não refletem necessariamente o desempenho ou cenários do mundo real devido à edição de vídeo / som, manipulações e efeitos especiais.

É agora a oportunidade de proprietários de Tesla atualizarem os seus altifalantes externos para fazer mais barulho, e foi claro o entusiasmo por parte de quem assistiu a este exemplo que fez o Tesla Model S Plaid soar como um ´Hellcat´, conforme referido. Todo este fenómeno como um fã admitiu que “amo como a Tesla está simplesmente a virar o mundo automóvel de cabeça para baixo, e a inovar em coisas que nenhuma construtora tradicional faria. Às vezes o tiro sai pela culatra, mas acho que a inovação, não importa o quão tola, é uma coisa boa.

Foram várias as reações e apelos para a produção dos próprios sons para serem utilizados no Tesla, ou outro comentário que “Ouvir um TESLA cammed pode causar dissonância cognitiva temporária – Mas vale MUUUUITO a pena!” , “Eu colocaria um som futurístico de aceleração ev com certeza.”, “Lol, isso é incrível, acho que escolheria “Weed Wacker”. Imagine os sons adormecidos vindos daquela fera … como o som de uma Vespa de 50cv. Lol!!…”, ” Finalmente. Alguma VELOCIDADE real para todo aquele ruído ´lmao´. “Eu absolutamente amo os sons que esses carros fazem. É o som de um desempenho legítimo.” “Grave-se fazendo ruídos de rotação e carregue-os — O som de helicóptero também seria fixe”, “Qualquer pessoa que perguntar se o PLAID é um carro RC, muito provavelmente não conseguirá soletrar Carro RC, e quando há tanta aceleração, não é preciso som.

“Eu escolheria um diesel de Detroit de 2 tempos. 8v92 ou algo desse género.”, “A menos que tenham o som do carro dos Jetsons, talvez isso”. Embora tenham havido comentários de quem prefira o estado atual desta tecnologia, “Vou ficar com o silêncio”, também há quem opte por opções criativas, “Eu imediatamente colocaria o som no carro do Sr. Magoo!” e mesmo comentários com outros apelos “recurso fixe! Gostaria que também aumentasse em rpm junto com o aumento de velocidade. Houve também quem admitisse retomar à época dos cavalos, com esta oportunidade: “Se o Youtube existisse em 1910 isso seria uma coisa: “Carros não têm alma. Nunca vou desistir do meu cavalo”. Se fosse tudo sobre alma, deveríamos montar um cavalo de verdade. Quero que os cascos e os paralelepípedos soem como se fossem um cavalo e uma charrete. LOL.” Ao constatar esta oportunidade que agora um Veículo Elétrico oferece, no caso um Tesla Model S Plaid, a pergunta será: “qual o som que optaria?”

Fonte: DragTimes

Formas criativas de obter ideias de conteúdo UGC para SEO

Neste artigo são exploradas estratégias criativas para obter novas ideias de conteúdo de forma a chamar a atenção do público. Todos nós já passamos pelo mesmo, refere o autor do artigo, aguardando e imaginando como preencher a nossa agenda de conteúdo para o mês. A solução simples pode ser obter ideias de concorrentes ou inserir alguns tópicos numa ferramenta de pesquisa de palavras-chave e ver o que surge. Isso não é de forma alguma um processo errado, e encontrar ideias de concorrentes pode ser uma estratégia eficiente e eficaz. Contudo, existem outros métodos que são freqüentemente subestimados:

  1. Fóruns
    Fóruns como Reddit e Quora são lugares incríveis para encontrar tópicos de interesse do nosso target, com as principais perguntas que as pessoas estão a encontrar. Além disso, os comentários podem ser uma mina de ouro para entender a linguagem e o sentimento em torno desses tópicos. Pesquise “[fórum] [tópico]” para encontrar tópicos relevantes. No Reddit, poderá classificar os comentários por Melhor, Novo, Polêmico e muito mais.
  2. Feedback do cliente
    Os seus próprios clientes são um dos melhores lugares para obter ideias de conteúdo. Quer dizer, quem melhor para perguntar? Pergunte ao seu público em quais tópicos eles estão interessados ​​e o que eles querem ver mais. Poderá fazer isso em entrevistas 1-1, brainstorms de grupo ou enviar enquetes para obter feedback. Uma das táticas favoritas do autor do artigo: usar o social-media como fonte de conteúdo diretamente dos seguidores.
  1. 3. Equipas de vendas / suporte ao cliente
    Se não tem relacionamento pessoal com os seus clientes, não há problema. As equipas internas que trabalham com os clientes podem ser um recurso igualmente útil! Isso pode incluir suporte ao cliente, vendas, pesquisa de mercado e muito mais. Aproveite uma chamada ou inicie uma conversa interna para discutir perguntas frequentes, pontos comuns de dor e outros comentários. Prepare-se para tirar algumas anotações sérias.

Dica: envie uma programação com antecedência para dar à sua equipa uma ideia do que irá pedir. Isso dará a chance de fazer brainstorms nas reuniões.

  1. Tópicos populares
    Uma tática empolgante para escrever conteúdo de bom desempenho é simplesmente ser o primeiro a chegar ao mercado. Usar tendências para obter ideias de conteúdo pode ajudá-lo a identificar tópicos emergentes que os concorrentes podem ainda nem estar cientes. Alguns lugares onde poderá encontrar essas ideias:

Google Trends
Exploding Topics
BuzzSumo
Pinterest Trends
YouTube
notícias do Google
Dica: A sua concorrência tem acesso às mesmas ferramentas que as suas, portanto, não dependa apenas das ferramentas de tendências para obter essas ideias.

Com a sua equipa, faça brainstorms de tópicos que podem ser tendências com base em eventos mundiais, cultura pop, etc. Durante a pandemia, refere o autor do artigo que ajudou um cliente a escrever conteúdo de sucesso sobre consultas médicas virtuais. Esta ideia veio de um bom e antigo Brainstorm.

  1. Reveja o conteúdo de melhor desempenho
    É hora de ir ao tesouro final: os seus próprios dados. Reveja o seu conteúdo de melhor desempenho nos últimos 3-6-12 meses. Encontre pontos em comum no conteúdo que está a funcionar para ver se há uma oportunidade de criar mais. Existe um tópico comum que não abordou totalmente ou um formato de sucesso que pode escalar? Por exemplo, olhar para trás, para os melhores desempenhos do meu cliente, rapidamente revelou um formato popular, refere o autor do artigo: posts acerca de “citações”. Pesquisamos “citação”, e tópicos que ainda não cobrimos e que eram relevantes para nosso público e começaram a funcionar. Nos últimos dois anos de criação e atualização deste conteúdo, verificou-se um bom aumento no tráfego dos artigos de “citações”. Prova de que, às vezes, a criatividade não precisa significar reinventar a roda. O truque é encontrar novas maneiras de manter o curso.
  1. Comentários do artigo                                                                                              As pessoas estão mais dispostas do que nunca a partilhar os seus pensamentos e opiniões. Idéias de conteúdo fantásticas podem estar escondidas nas profundezas dos artigos que já escreveu. Reveja comentários sobre os seus próprios artigos e sobre os dos seus concorrentes. Poderá usar ferramentas de rastreamento como Screaming Frog e Sitebulb para encontrar rapidamente os artigos com mais comentários, para ter uma ideia de por onde começar. E esse esforço vale a pena. Alguns meses atrás, o autor do artigo estava a examinar comentários sobre o artigo do cliente sobre melhoras no logo nas cartas e encontrou: Cartões virtuais de melhora – génio!

Além de encontrar ideias de conteúdo a partir de comentários, também poderá usar comentários para melhorar o seu conteúdo após a publicação. É chamada a esta otimização de feedback tático, usando os comentários do leitor para melhorar o conteúdo, e apenas com a implementação de sugestões populares nos comentários, o tráfego orgânico do artigo principal referido aumentou + 21% em apenas um mês. Tudo demorou cerca de vinte minutos.

  1. Escuta social                                                                                                            A escuta social é um meio testado e comprovado de descobrir novas ideias de conteúdo. Ler o que o seu público está a dizer online pode revelar o que lhes interessa e como falam sobre isso. Poderá utilizar ferramentas de escuta social para automatizar o processo ou pode fazer pesquisas manualmente procurando hashtags ou palavras-chave.
    Ter em atenção especial às postagens que geram muito buzz ou exibem uma forte emoção (seja positiva ou negativa). Por exemplo, uma pesquisa por #cooking no Twitter gera uma ideia de conteúdo interessante imediatamente, e uma rápida pesquisa no Google mostra inúmeras oportunidades em torno deste tópico.
  2. Recursos de pesquisa do Google
    Os próprios recursos de pesquisa do Google fornecem uma maneira eficiente de se inspirar em pesquisas relacionadas. Uma rápida pesquisa no Google pode fornecer dezenas de novas ideias de conteúdo! Preenchimento automático – digite seu tópico no Google e clique antes e depois do texto para ver quais outras consultas aparecem. Experimente estes operadores de pesquisa para ajudá-lo a expandir as ideias do preenchimento automático. Pesquisas relacionadas – analise pesquisas semelhantes listadas abaixo dos resultados da pesquisa. As pessoas também perguntam – Essas perguntas relacionadas podem fornecer uma série de novas ideias de conteúdo.

  1. Comentários
    Por último, mas certamente não menos importante, as avaliações estão repletas de pepitas de sabedoria para melhorar ou promover o seu produto ou serviço. Aceda ao Google My Business, Amazon, Facebook (ou qualquer site de avaliação de clientes) para espiar as suas próprias avaliações e as de seus concorrentes. Dica: preste atenção especial às avaliações de 1 estrela. Saiba o que não está a funcionar para o seu público para que possa resolver esses problemas. Por exemplo, se uma pessoa disser que um produto é muito caro, poderá escrever conteúdo sobre como torná-lo mais económico ou por que vale a pena o dinheiro extra.

Claro, você pode inverter o script e verificar os comentários de 5 estrelas para ver o que está a correr bem. Se alguém adora que o seu produto seja seguro para animais de estimação, poderá ser algo que você enfatiza nos nomes, nas descrições ou nos artigos de seus produtos. Se tentar pelo menos algumas dessas ideias, com certeza sairá com as ideias de conteúdo. Apenas certifique-se de documentar a sua pesquisa para que nenhum´momento Eureka´ fique para trás. E com isso, divirta-se mergulhando!

Fonte: Searchengineland

Ratchet & Clank faz New Game e um bom motivo para jogar novamente

O autor do artigo refere que não é uma pessoa típica do New Game Plus, gostando de experimentar jogos mais de uma vez, mas geralmente da maneira que o ´developer´ pretendia originalmente, sem todas as atualizações extravagantes. Refere ainda que joga jogos Ratchet & Clank com a missão de atualizar todo o seu arsenal – e não poderá fazer isso totalmente sem o New Game Plus. E isto, para referir que parte do que faz o New Game Plus de Ratchet & Clank funcionar é que é aumentado, e sempre gostou das histórias na série, mas a exploração e o tiroteio são o que realmente o atrai. A sua missão de atualizar todas as ferramentas é uma de descoberta. Não só quer ver como cada arma maluca se transforma depois de usá-la, e quer para tê-lo no bolso de trás para a próxima vez que as suas costas estiverem contra a parede.

A melhor parte de New Game Plus em Ratchet & Clank é que permite usar essas armas superpoderosas. Porque se vê cada inimigo como experiência em potencial, e coloca uma arma de lado no momento em que a maximiza e a transforma. Fora de uma luta de um ´boss´ ou ficar sem munição em armas não atualizadas, mal se consegue usar essas ferramentas incríveis de destruição no nível 5, e atualizar e trocar para o próximo projeto.  Desde Ratchet & Clank: Going Commando – a sequência do jogo original no PlayStation 2 – muitos terão jogado todos os jogos na série com um objetivo: atualizar todas as armas. É um objetivo nobre e divertido, mas é difícil arrancar numa única jogada. É aí que entra o New Game Plus.

Ratchet & Clank não inventou o New Game Plus, mas é a primeira vez que o autor do artigo se lembra de ver essa linguagem quando era criança. Foi uma chance não apenas de jogar um jogo que gostou pela segunda vez e completar a missão, mas de progredir ainda mais e desbloquear novos coisas também. Os novos modos Game Plus do Ratchet & Clank sempre foram os melhores, e Ratchet & Clank: Rift Apart continua a tradição. No fundo, Ratchet & Clank é uma série sobre armas. E desde Going Commando, os jogadores têm sido capazes de atualizar o arsenal de Ratchet e usarem essas armas contra os inimigos. No início, as armas tinham apenas um único nível, e depois transformariam-se em algo diferente e mais poderoso. Por exemplo, a Blitz Gun é uma espingarda em Going Commando, e com bastante uso ele irá evoluir, como um Pokémon, para o Canhão Blitz.

Com o passar dos anos, esse sistema expandiu-se. Em Rift Apart, os jogadores podem atualizar cada arma cinco vezes durante as suas primeiras playthrough. Na quinta atualização, transforma-se em algo novo. A primeira arma que Ratchet pega na sua aventura de 2021 é a pistola Burst; os jogadores podem puxar o gatilho até a metade para atirar lentamente para obter mais precisão ou puxar o gatilho todo para fogo totalmente automático. No nível 5, a Burst Pistol transforma-se, e ganha três barris. Rift Apart também leva adiante a tradição milenar de adicionar versões Omega dessas armas no New Game Plus. Nos playthroughs, os jogadores ganham um multiplicador de bolt (moeda de Ratchet & Clank) para cada inimigo que derrotam sem serem atingidos. Os jogadores podem levar a sua pilha de dinheiro para a loja para comprar versões supercaras de armas que eles atualizaram totalmente – armas Omega.

Assim que os jogadores tiverem as suas novas armas Omega em mãos, a busca pela atualização começa novamente. Em Rift Apart, a versão Omega da pistola Burst pode ir do nível 5 ao nível 10. E mesmo que não haja uma grande transformação de arma no final, ainda dá aos jogadores algo para fazer na segunda rodada além de simplesmente experimentarem a história novamente. Assim, e concluindo, o autor do artigo refere que reintroduzir as armas com variantes Omega não só o motiva, permitindo atualizar-se ainda mais as suas ferramentas, mas também o permite brincar com as armas poderosas. Essas armas Omega começam a ser atualizadas, e agora estará apenas tentando aumentar sua eficácia nivelando-os ainda mais. Eventualmente, irá terminar de comprar e aumentar o nível de todas as suas armas Omega também. E enquanto poderia simplesmente desconectar e ligar e um trabalho bem feito, diz que irá continuar a jogar até ao final do jogo, para que possa aproveitar a glória de um arsenal totalmente atualizado até terminar. É a recompensa perfeita após duas jogadas consecutivas do mesmo jogo.

Fonte: Polygon

Os melhores dispositivos Alexa para escritório em casa

Amazon Alexa, também conhecido simplesmente como Alexa, é uma assistente virtual desenvolvida pela Amazon, utilizada pela primeira vez nos alto-falantes inteligentes Amazon Echo desenvolvidos pelo Amazon Lab126. Ela é capaz de interagir com voz, reproduzir música, fazer listas de afazeres, definir alarmes, transmitir podcasts, reproduzir audiolivros e fornecer informações sobre o tempo, trânsito, desportos e outras informações em tempo real, como notícias, além de controlar sistemas e aparelhos inteligentes e conectados.

Estando disponível nas plataformas Android 4.4 ou superior e iOS, e se houver algo que se possa automatizar, o autor do artigo refere que a equipa ZDNet estará aqui para ajudar, o que quererá dizer “Alexa está aqui”. Bem, caso o nível de esforço envolvido em apertar um botão ou em um botão seja demais, a equipa ZDNet reuniu uma lista de equipamentos Alexa essenciais para o seu escritório em casa. OK, OK. Talvez “essencial” seja um pouco demais quando na verdade significa não ter que mover os dedos mais de cinco centímetros. Mas, e sabemos, os homens das cavernas acenderam as suas próprias lâmpadas. Hoje em dia apenas comandamos a Alexa para fazer isso.

Em vez de esgotar todos os dispositivos Amazon Alexa, e lâmpadas e dispositivos inteligentes tradicionais, o autor do artigo refere que decidiu encontrar equipamentos compatíveis com Alexa que podem ser um pouco inesperados, possivelmente até encantadores, e definitivamente um pouco ridículos ou desnecessários.

Lâmpadas de tocha brilhantes controladas por Alexa

Características principais

Abajur tipo tocha
Ângulos para ajustar o reflexo da luz
Controle Alexa multicolorido

Prós
Boa luz brilhante
Boa cor
Também permite controle manual

Contras
Apenas 2,4 Ghz
Um pouco complicado de configurar
Não é possível substituir a lâmpada se falhar
Na sala de estar exibia as lâmpadas Hue mais brilhantes que pudemos encontrar, que eram ótimas para o clima, mas terríveis se quiséssemos ler ou trabalhar.

Essas lâmpadas são ótimas,e só funcionam a 2,4 GHz, o que exigiu alguns ajustes no roteador, mas geralmente é o caso da iluminação. Comparamos o nível de luz destes com os nossos matizes, e uma lâmpada de matiz em 100% correspondeu a uma dessas luzes em 20%.

$ 70 NA AMAZON (cerca de 58€) aqui

Candeeiro de pé inteligente DEWENWILS WiFi

Características principais

Controle Alexa
Muitas cores

Prós
Muito brilho
Definitivamente destaca-se da multidão

Contras
Muito brilho
Mais curto do que esperado

O autor do artigo refere que não tem um desses modelos, há muito brilho, mas se quiser uma luminária de chão brilhante e colorida, este modelo pode ser para si.

Fica na altura da cintura, e embora seja uma boa lâmpada controlada por Alexa de uso geral, pode usá-la num estúdio ou oficina, ou em qualquer lugar onde uma longa barra de luz seria mais útil do que uma fonte de luz pontual.

$ 70 NA AMAZON (cerca de 58€) aqui

Fire TV Stick 4K

Todas as vantagens do streaming em 4K num smart stick

Características principais

Transmite a maioria dos serviços de renome
Pequeno e conveniente
Controle Alexa

Prós

Barato para um stick 4K com Alexa
Ligações ao ecossistema da Amazon
Excelente qualidade de vídeo se a sua TV e banda larga suportarem

Contras

Vincula-se agressivamente ao ecossistema da Amazon
Grande, e pode ser difícil de encaixar atrás da TV ou bloqueará outra porta HDMI
Sem Ethernet

Vamos começar com o pensamento principal: isso custa menos de $ 40. Então, o que você ganha? Você obtém um stick de streaming que irá transmitir a maioria dos seus serviços de streaming de vídeo e áudio favoritos. Até agora tudo bem. Agora, adicione vídeo em 4K e HDR. Se tiver uma TV 4K, se o seu serviço de streaming for compatível e se o seu ISP puder lidar com isso, poderá assistir à TV em 4K glorioso. Confie em nós. 4K é incrível. Não é um problema se não consegue 4K, mas por menos de $ 40, a opção 4K é um pouco óbvia.

Ah, e tem ainda a inteligência de Alexa no dispositivo também. Acede à Alexa pressionando um botão no controle remoto. Dependendo se o serviço de streaming foi integrado ao Alexa, poderá até chamar os programas que deseja. O único problema é que, se perder o controle remoto, a Alexa não poderá ajudá-lo.

$ 39 NA AMAZON (cerca de 32€) aqui

Nanoleaf Canvas Kit para iniciantes
Crie a sua própria parede de luz personalizada com esta solução que permite criar uma declaração decorativa na sua parede

Prós
Flexível
Facilmente configurável

Contras
Pode ficar muito caro, muito rapidamente
Terá que gostar da forma
Cordão terá de subir pela parede, a menos que perfure a parede de gesso

Eles são ideais para um lobby corporativo e um escritório doméstico. No lobby, pode organizá-los como se fossem pixels muito grandes e iluminar o espaço, ou até mesmo exibir o logotipo de sua empresa. Em casa, pode usá-los para iluminar um canto escuro,
refletir seu humor ou até mesmo conectá-los ao IFTTT para que mudem de cor com base em acionadores que variam de um novo pedido a um novo e-mail ou até mesmo se vai chover.

$ 200 NA AMAZON (cerca de 165€) aqui

Fechadura inteligente Yale Assure Lever para portas internas
Uma maneira inteligente de proteger o seu escritório em casa

Características principais
Trava inteligente interna
Controle via Alexa, aplicativo e relógio

Prós
Backup de bateria disponível em ambos os lados da porta trancada
Não é mais difícil de configurar do que a fechadura normal da porta
Bloqueio inteligente para dentro de casa (o que não é comum entre os bloqueios inteligentes)

Contras
A alça em vez da maçaneta pode não combinar com a decoração
Bateria poderá ter que substituir ou pode acabar e deixá-lo bloqueado

Há alguns meses, o autor do artigo fez uma análise e um vídeo da fechadura inteligente Yale Assure Lever. Esta fechadura é diferente de muitas que já deve ter visto, porque não vem com uma fechadura e é projetada para segurança interna. É uma maneira de garantir que as crianças não tenham acesso a itens potencialmente frágeis ou perigosos, ou permite que você cumpra as cláusulas de “sala trancada” que geralmente fazem parte de um acordo de não divulgação.

Esse bloqueio funciona com o sistema de bloqueio inteligente August, o que significa que pode ser bloqueado pelo seu telefone, Apple Watch e até mesmo pelo Alexa. O recurso Alexa é ótimo porque se você está do outro lado da casa e de repente tem convidados (alguém já tem convidados?) Ou empreiteiros na casa, poderá proteger o quarto sem correr para a porta para fazê-lo. Também pode verificar o status simplesmente perguntando a Alexa.

$ 286 NA AMAZON (cerca de 236€) aqui

Microondas AmazonBasics
Caso você precise de pipocas imediatamente

Características principais
É um microondas com Alexa
Cozinhar com inteligência para certos alimentos

Prós
Base de dados de instruções de microondas
Pegada menor
Relativamente barato

Contras
Toda a ideia do Alexa para o seu micro-ondas
Não tão potente quanto alguns melhores micro-ondas de cozinha
Requer emparelhamento com outro dispositivo Alexa

Um micro-ondas é quase um pequeno clichê de escritório. Os passageiros que trazem o almoço para o trabalho podem ir para a sala de descanso e aquecê-lo no micro-ondas do escritório. Mas em casa? Realmente precisará de um micro-ondas em seu escritório em casa? Afinal, a cozinha fica do outro lado da casa (a menos que seu escritório em casa esteja na cozinha ).

Se está a pensar “ir trabalhar no escritório”, e criar espaço fora da família por algumas horas por dia, ter um micro-ondas no escritório não é uma má ideia. O Micro-ondas básico da Amazon responde a Alexa e poderá dar-lhe comandos sobre como cozinhar a sua comida. A única coisa que falta é a capacidade de remover um pacote do frigorifico,
colocá-lo no micro-ondas e entregá-lo na mesa. Mas o AmazonBasics Alexa Robot é provavelmente uma versão 2022.

$ 75 NA AMAZON (cerca de 62€) aqui

Termostato Google Nest Learning
Controle seu ambiente em qualquer lugar do seu contexto.

Características principais
Controle de calor / AC da Alexa e do aplicativo
Funciona com muitos sistemas HVAC
Atraente e discreto

Prós
Controle de temperatura sem ter que caminhar até ele
Nada é melhor do que aumentar ou diminuir o aquecimento enquanto ainda está na cama
Se a Internet acabar, você pode controlar manualmente

Contras
O ecossistema do Google às vezes gosta de Alexa e às vezes não
É difícil fazer com que vários membros da conta da família Alexa controlem um termostato
Um pouco caro

O autor do artigo refere: “O meu escritório fica no andar de cima e o termostato Nest que controla essa parte da casa fica no andar de baixo. Embora eu certamente pudesse descer correndo para controlar o calor, isso interrompe meu fluxo de trabalho. Em vez disso, eu uso Alexa. No verão, pergunto a Alexa qual é a temperatura lá em cima para decidir se preciso pré-resfriar o escritório antes de subir. Quando estou em meu escritório, digo ao Echo de mesa para aumentar ou diminuir a temperatura, dependendo do meu nível de conforto.”

$ 200 NA AMAZON (cerca de 165€) aqui

Router Wi-Fi D-Link AC1900 Mesh Smart
Um router sólido com algum controle de voz básico

Características principais
Wi-Fi de banda dupla AC1900 de alta velocidade
Malha WI-Fi para estender toda a sua rede

Prós
É um router D-Link com todos os recursos
Algum nível de suporte Alexa

Contras
O suporte do Alexa é estranho e limitado
Sem priorização de stream baseada em Alexa

É referido que “este é um router muito bom para o trabalho de escritório doméstico, mas não estou totalmente convencido de que o pessoal de marketing da D-Link pensou nas implicações de “reiniciar o roteador” como um ponto de venda. Então, o que realmente estamos a constatar? Este é um router poderoso que pode participar de uma rede mesh, dando a sua casa mais cobertura geral e reduzindo as zonas mortas de Wi-Fi. D-Link é D-Link. Eles vêm fazendo coisas boas há anos.”

É o controle de Alexa que diverte. Sim, poderá reiniciar o router. Também pode dizer a Alexa para habilitar ou desabilitar o acesso de convidado. Mas, curiosamente, não pode ordenar que Alexa bloqueie as crianças depois que elas passarem a hora de dormir.
Também não pode dizer a Alexa para priorizar o stream de vídeo do seu computador de trabalho em vez de as crianças ou família assistirem ao Netflix.

É um dispositivo sólido, mas o controle de Alexa ainda tem um longo caminho a percorrer.

$ 90 NA AMAZON (cerca de 74€) aqui

Amazon Echo Show 5
Barato, com bom vídeo

Características principais
Ecrã de vídeo para interação e vídeos do Alexa
Faz interface com outros dispositivos inteligentes, incluindo câmeras
Recursos completos do Alexa

Prós
O ecrã de vídeo pequeno com pegada pequena cabe em quase qualquer lugar
Barato e não requer assinatura
Alexa no ecrã é melhor e mais envolvente do que imagina

Contras
Tecnicamente, é um modelo mais antigo, mas ainda é a versão mais recente de 5 polegadas
O ecrã menor é muito pequeno para ser usado à distância
Provavelmente é hora de recomendar um dispositivo Echo para o seu escritório doméstico.

O Echo Dot é do tamanho de um disco de hóquei, mas o Echo Show provavelmente seria um ajuste melhor. Se o escritório ficar no fundo da casa e no andar de cima, poder-se-á ver quem está na porta. O novo Echo Show 10 custa mais do que o dobro do preço deste aparelho. Ter uma Alexa no seu escritório também pode ser útil de outras maneiras. Por exemplo, ao tentar soletrar “estranho” , com um erro, pode perguntar à Alexa e acertar a grafia. O autor do artigo refere ainda utilizar para ajuda matemática , para confirmar factos e informações, e para adicionar coisas às listas. O Office Alexa é uma grande ajuda.

A recomendação será o menor Echo Show 5 porque tem um ecrã bonito e não ocupa muito espaço na mesa.

$ 70 NA AMAZON (cerca de 58€) aqui

Campainha da porta
Vídeo e áudio conectados para a sua porta da frente

Características principais
Vídeo de quem está à sua porta
Áudio bidirecional
Converse com os visitantes de qualquer lugar do mundo

Prós
Orientado por uma aplicação e integra-se com o Alexa-vídeo
Não requer circuito elétrico de corrente de toque
Boa qualidade de vídeo e zonas de exclusão

Contras
Trocar as baterias regularmente envelhece rápidamente
Nem sempre funciona com todos os ambientes Wi-Fi
Alcançar uma conexão de vídeo com o visitante pode levar mais tempo do que um visitante disposto a esperar

O autor do artigo refere “Eu tinha o Ring instalado na minha casa anterior e funcionou muito bem. Ainda demorou 20-30 segundos para obter uma imagem no ecrã, mas funcionou. Na maioria das vezes, eu conseguia atender a um toque antes que o estafeta perdesse a paciência e fosse embora. Na minha nova casa, onde realmente preciso ter algo parecido com o Ring, não funciona tão bem. Estou na outra extremidade da casa, no andar de cima do meu escritório, e descobri que o Ring pode levar mais de 60 segundos para mostrar quem está à porta. Ainda é útil, porque posso falar com aquela pessoa socialmente distanciada do outro lado da casa. Mas … a velocidade lenta significa que alguns estafetas já partiram muito antes que o Ring estabeleça uma conexão com sucesso.”

$ 100 NA AMAZON (cerca de 82€) aqui

Torneira de cozinha Moen Smart Pulldown
É aqui que o progresso nos leva

Características principais
Dispensa volume preciso de água
Dispensa a temperatura precisa da água
Alexa controlada

Prós
Ótimo para fogões de precisão que desejam reduzir o uso de recipientes de medição
É bom ter um controle preciso da temperatura da água

Contras
Sempre são $ 440 para … uma torneira

OK, falando estritamente, este não é exatamente um produto relacionado ao escritório. Mas se está a trabalhar em casa e todos temos que comer, certo? Ter uma torneira de cozinha inteligente – uma torneira de cozinha inteligente de US $ 440 – parece uma necessidade, ou será assim que você aprender sobre ela.

Imagine caminhar até ao lavatório e pedir a Alexa para abrir a torneira. Ou imagine pedir exatamente uma colher de chá de água ou um copo d’água a exatamente 100 graus. Esta torneira pode fazer tudo isso. Você precisa disso? Bem, isso é uma questão de perspectiva. Eu tenho um? Não. É algo que precisava saber apenas para reforçar a sua fé no progresso humano .

$ 440 NA AMAZON (cerca de 362€) aqui

Aquecedor portátil de torre Atomi Smart Wi-Fi

Alexa, que haja calor

Características principais
Controle de voz e aplicação
Definir horários
Seja notificado se cair

Prós
Controle manual, além do controle na aplicação
A carcaça permanece fria para que você possa movê-la mesmo depois que estiver quente
Variedade de recursos de segurança inteligentes

Contras
Bastante grande
Sem bloqueio para crianças
Pode ficar muito quente e os utilizadores relatarem acerca de um sensor de temperatura inconsistente

Com desculpas, este é um aquecedor de ambiente movido a Alexa. Isso permite que você coloque o aquecedor embaixo da mesa, atrás de si num local estrategicamente perfeito, ou em qualquer outro lugar do escritório onde queira se manter aquecido. Controle-o por meio de uma aplicação ou pela Alexa. E fique aquecido e seguro no próximo inverno. As pessoas com quem você mora insistem em manter sua casa superfria no verão? Você sabia que faltam menos de seis meses para o Dia de Ação de Graças? Poderá não querer isso quando entrarmos no calor do verão, mas quando começar a esfriar, todos vão querer um desses.

$ 119 NA AMAZON (cerca de 98€) aqui

Algumas dúvidas são também esclarecidas abaixo:

Todos esses itens funcionarão sem um dispositivo Alexa, mas precisará de uma Alexa para controle de voz. O Echo Show 5 é uma Alexa e o stick Fire TV não requer uma Alexa porque a funcionalidade Alexa está integrada no controle remoto.

O meu router funcionará com esses dispositivos?
Geralmente sim, embora os dispositivos smarthome às vezes funcionem apenas na banda de 2,4 GHz.

O meu Wi-Fi alcançará esses dispositivos?
Isso definitivamente depende de como o seu Wi-Fi funciona em sua casa. O autor do artigo refere que teve muitos problemas para fazer o Ring funcionar na sua nova casa, mas funcionou muito bem na minha casa antiga. Tente levar seu telefone ou laptop para a casa e observe a intensidade do sinal.

Quem fornece o apoio? Amazon ou o fornecedor?
Com exceção dos produtos da Amazon (Echo Show, Fire TV, Ring), os dispositivos são suportados pelos fornecedores individuais. Os fornecedores licenciam ou incluem a API Alexa nos seus dispositivos, mas além do suporte normal ao produto da Amazon, eles
são produtos dos seus fornecedores.

O autor do artigo conclui, referindo “Como sempre, comecei com itens que conheço e gosto muito. Então, simplesmente vasculhei as listagens da Amazon, procurando por itens de alta classificação que eu pudesse imaginar em um escritório doméstico. Depois de encontrar milhares de opções de iluminação, decidi escolher apenas algumas. Então era hora de ir mais longe, em busca de refrigeração, aquecimento, ventiladores e até mesmo uma torneira extremamente cara, mas de alguma forma não cara para o que faz.” O resultado final é que Alexa está a tornar-se omnipresente. Onde escolhe colocá-la para trabalhar depende de você. Antes de deixá-lo hoje, há isto: “Alexa, cante inteligência digital.” De nada.

Fonte: ZDNet

A Unity é plataforma líder mundial para criação de conteúdos 3D, e visuais impressionantes 2D para jogos de dinheiro real

A Unity é a plataforma líder mundial para criar e interagir com conteúdos 3D (RT3D), interativos e em tempo real, e referem oferecer poder aos criadores, através de indústrias e de todo o mundo. É referido também que poderão manter os jogadores envolvidos com visuais 2D impressionantes em jogos, e mais ainda, são referidas ferramentas em tempo real para jogos de dinheiro real. A tecnologia em tempo real está a transformar o desenvolvimento de jogos em toda a indústria do jogo, capacitando equipas de engenheiros, artistas, e designers para criar melhores jogos, mais rápido. Saiba como acelerar o seu design e reduzir o tempo de ciclo de desenvolvimento, entenda que as características e ferramentas são fundamentais para dominar a eficiência para economizar tempo e recursos, e testemunhar como a Unidade pode aumentar colaboração entre equipas para alcançar melhores resultados e desbloquear a liberdade criativa.

Aprenda com os especialistas da Unity sobre o fácil e eficiente kit de ferramentas 2D para criar jogos de casino envolventes e outros conteúdos interativos, e usar fluxos de trabalho dedicados para 2D. Com um webinar Unity é possível saber. Como criar visuais de alta qualidade e utilizar todas as ferramentas 2D especializadas na Unity, e Entenda como incorporar as ferramentas 2D da Unidade no seu fluxo de trabalho para fazer os melhores jogos com dinheiro real.

Unity – Moldar o mundo É referido que ´acreditamos que o mundo é um lugar melhor com mais criadores , e isto está no cerne do nosso negócio porque acreditamos que a nossa tecnologia pode mudar o mundo. Os nossos produtos fornecem aos criadores de conteúdos as ferramentas não só para entreter, mas para criar experiências inovadoras de RT3D e oferecer melhores processos para quase todas as indústrias.´

Valores Unity
Isto é o que defendemos e o que aspiramos a ser. Os nossos valores informam como fazemos o nosso trabalho e como nos tratamos todos os dias, ajudando-nos também a tomar as decisões certas para os nossos clientes, parceiros e colaboradores.

Utilizadores em primeiro lugar
Colocamos os utilizadores em primeiro lugar… são estrelas do rock e nós somos os seus maiores fãs. A nossa dedicação partilhada aos utilizadores mantém-nos unidos, define e alinha o nosso trabalho e leva-nos a chegar até eles.

As melhores ideias ganham
Acreditamos que grandes ideias podem vir de qualquer lugar. Temos debates vigorosos, ouvimos e aprendemos, e garantimos que as melhores ideias vençam. Preocupamo-nos o suficiente para passar pela dor de conversas confusas.

Aqui juntos
Somos Cidadãos Unity. Agimos como donos do projeto. Somos ativistas. temos uma voz usamo-la. Somos diretos e sinceros, com boas intenções. Respeitamos a singularidade um do outro e estamos juntos nisto.

Ousadia
Fazemos coisas ousadas. Quando falhamos, aprendemos, melhoramos e voltamos a ser grandes. Desafiamo-nos e elevamo-nos uns aos
outros para além dos nossos limites para fazer o que pode parecer impossível. Ficamos curiosos e com fome.


  1. =adapt
    Consigo do conceito à comercialização
    Dar vida à sua visão com a ´Create Solutions´ líder na indústria da Unidade, e desenvolver um negócio de sucesso com a ´Operate Solutions´ que funcionam com qualquer motor de jogo.

Dar vida ao seu jogo
Os desenvolvedores de jogos estão a impulsionar as suas criações para o futuro, através do poder do 3D interativo e em tempo real.

Construir uma vez, chegar a biliões
Chegue ao maior número de jogadores, onde quer que estejam, construindo o seu jogo em todas as principais plataformas móveis, consolas, PC, AR, VR e web.

Jogos de Consola e PC
Se estás a construir para Xbox, Playstation, Nintendo ou PC, a Unity oferece-te uma rica fidelidade visual, ferramentas amigas do artista, para
ofereces o desempenho final.

A Plataforma de Desenvolvimento de Jogos Móveis da Unidade é tudo o que precisas para criar conteúdo, lançamento e rentabilização dos teus jogos móveis.

Jogos móveis
A Unity tem tudo o que precisas para criar, lançar e rentabilizar os teus jogos para todos os dispositivos Apple iOS e Google Android.

Jogos Instantâneos
Com a Unity, constrói jogos instantâneos que sejam menores, mais leves e mais rápidos do que nunca.

As nossas ferramentas flexíveis em tempo real oferecem possibilidades criativas ilimitadas – alimentando mais de 60% de todos os conteúdos VR/AR e
jogos AR e VR

Fonte: Unity

McLaren Artura é o nome confirmado para híbrido de alto desempenho em 2021

Agora a Autocar sabe que o sistema no novo carro, será um híbrido plug-in.

O Artura será construído na nova plataforma McLaren Carbon Lightweight Architecture (MCLA), otimizada para a motorização híbrida.

O chefe da McLaren, Mike Flewitt descreveu o Artura como “um novo tipo de McLaren para uma nova era.

Prémio Turing para a Pixar pelo trabalho em gráficos computacionais.

Na quarta-feira, a Associação para a Máquina de Computação, a maior sociedade mundial de profissionais da computação, entregou o Prémio Turing à Pixar pelo trabalho em gráficos computacionais tridimensionais.

pixarWin1

Muitas vezes chamado de Prémio Nobel da Computação, o Prémio Turing vem com um prémio de um milhão de dólares, que será dividido entre Dr. Hanrahan e o Dr. Catmull pioneiros do que muitas vezes é chamado de C.G.I., ou imagens geradas por computador.

O seu trabalho mudou não só os filmes de animação, mas também os efeitos especiais de Hollywood, os videojogos e a realidade virtual. Hanrahan é professor no laboratório de computação gráfica de Stanford, onde o seu trabalho incluiu a criação de código que ajudou chips gráficos especializados a melhorar a fidelidade e o poder de projetos de Hollywood, videojogos, realidade virtual e smartphones.

pixarWin2

Hanrahan diz que assistir à estreia de Toy Story em 1995 ajudou-o a entender o impacto que tal trabalho de matemática e ciências da computação nos bastidores pode ter no mundo. “Uma das razões porque ainda estou muito entusiasmado com gráficos é que realça o aspeto criativo das pessoas”.

Associação para a Máquina de Computação premeia Pixar

O grupo foi liderado por Ed Catmull, um pioneiro de gráficos de computador que se tornou o diretor de tecnologia de uma nova empresa chamada Pixar. O filme foi “Toy Story”, a longa-metragem de animação de referência lançada no outono de 1995. Na quarta-feira, a Associação para a Máquina de Computação, a maior sociedade mundial de profissionais da computação, disse que o Dr. Hanrahan e o Dr. Catmull receberiam este ano o Prémio Turing pelo seu trabalho em gráficos computacionais tridimensionais. Muitas vezes chamado de Prémio Nobel da Computação, o Prémio Turing vem com um prémio de um milhão de dólares, que será dividido pelos dois pioneiros do que muitas vezes é chamado de C.G.I., ou imagens geradas por computador.

pixarWin1

O seu trabalho mudou não só os filmes de animação, mas também os efeitos especiais de Hollywood, os videojogos e a realidade virtual. O prestigiado Prémio Turing foi para Ed Catmull e Pat Hanrahan, cujo trabalho de computação ajudou a moldar filmes, videojogos e realidade virtual. Toy Story da Pixar, lançado em 1995, foi a primeira longa-metragem totalmente animada de Hollywood. Quando Edwin Catmull chegou ao laboratório gráfico da Universidade de Utah como estudante graduado em 1970, os seus monitores monocromáticos de última geração mostraram apenas formas bloqueadas feitas de polígonos. Passou os anos seguintes a inventar técnicas matemáticas para exibir superfícies curvas, e começou a sonhar em um dia criar um filme de corpo inteiro a partir de imagens geradas por computador. “Pensei que levaria cerca de 10 anos, mas levou cerca de 20”, recorda Catmull. Toy Story, a primeira longa-metragem totalmente animada por computador, foi lançada em 1995 pelo estúdio de animação de computador Pixar, onde foi diretor técnico e mais tarde presidente.

Quarta-feira, a pesquisa pioneira de Catmull em gráficos valeu-lhe a maior honra em computação, o Prémio A.M. Turing da Associação para a Maquinaria Informática, visto como o equivalente ao campo a um Prémio Nobel. Catmull partilhou o prémio e um milhão de dólares em prémios com Patrick Hanrahan, um colega investigador de gráficos de computador que recrutou para a equipa fundadora da Pixar em 1986. A dupla foi homenageada por inventar técnicas que transformaram Hollywood e moldaram outras formas de entretenimento, como videojogos e realidade virtual. Depois de se formar na Universidade de Utah, Catmull criou um laboratório de computação gráfica no New York Institute of Technology, mas rumou à Califórnia em 1979, quando George Lucas lhe pediu para trabalhar em gráficos de computador e outras tecnologias digitais de produção de filmes na LucasFilm. Catmull, por sua vez, contratou Hanrahan para se juntar à equipa fundadora da Pixar. A empresa foi criada com a ajuda do cofundador da Apple, Steve Jobs, que forneceu o capital para comprar a tecnologia de animação informática da LucasFilm e tornou-se presidente da Pixar. Embora famosamente controlador e secreto na Apple, Jobs tomou uma abordagem diferente na Pixar. Ele ia passar pelo escritório do Hanrahan para acompanhar os últimos avanços técnicos, mas não procurou guiá-los. “Ele deixou a tecnologia a mim e às outras pessoas da Pixar”, diz Catmull, que começou como diretor técnico da Pixar e se tornou presidente em 2001. “E não teve qualquer problema em publicarmos tudo o que fizemos.” “As suas contribuições levaram não só aos filmes da Pixar, mas a toda a indústria a usar imagens geradas por computador”, diz Ravi Ramamoorthi, professor da Universidade da Califórnia em San Diego, cuja própria pesquisa gráfica ajudou a animar os alienígenas no Avatar de James Cameron e a engraxar as peles peludas na Guerra do Planeta dos Macacos, em 2017. “Hoje, qualquer pixel que se vê num filme, há uma boa hipótese de ter sido tocado ou gerado por um computador.”

pixarWin2
Catmull e Hanrahan receberam oito Óscares por ferramentas e técnicas usadas em animação computacional e efeitos especiais nos filmes da Pixar e não só, incluindo Jurassic Park, The Lord of the Rings trilogy, e as prequelas de Star Wars. As suas carreiras misturaram a investigação académica em ciências da computação com o desenvolvimento de software comercial, uma vez que trabalharam com alguns dos maiores nomes da tecnologia e do entretenimento. Na Pixar, Hanrahan liderou o trabalho numa especificação de software e linguagem chamada RenderMan, o que tornou muito mais prático gerar formas curvas com uma aparência realista e iluminação. Baseou-se em algumas das técnicas que Catmull tinha inventado durante o seu doutoramento, incluindo superfícies de subdivisão, que representam objetos curvos dividindo uma malha de polígonos em pedaços sucessivamente menores. Hanrahan ajudou a adicionar grandes novas ideias, como uma linguagem sombreada, o que tornou mais fácil especificar e alterar a forma e a aparência de objetos gerados por computador.

A Pixar lançou a RenderMan em Toy Story e os seus outros filmes e também o licenciou para outras empresas. O software é agora uma ferramenta padrão em Hollywood e foi usado em 44 dos últimos 47 filmes nomeados para um Óscar em efeitos visuais. Com o tempo, ajudou os filmes gerados por computador a amadurecer em simulação de objetos relativamente simples, como brinquedos de plástico a fenómenos físicos mais complexos, como peles ondulantes ou água salpicada. Catmull manteve-se presidente da Pixar depois de ter sido adquirida pela Disney por 7 mil milhões de dólares em 2006 e também liderou a divisão de animação da empresa até se reformar no ano passado. Ele está a aconselhar os laboratórios X da Alphabet, anteriormente conhecidos como Google X, sobre como gerir e completar projetos técnicos audaciosos. Hanrahan deixou a Pixar em 1989 e regressou à academia em Princeton, antes de se juntar a Stanford. Em 2003 fundou a empresa de análise de dados Tableau, que foi adquirida pela Salesforce por cerca de 16 mil milhões de dólares em 2019. Hoje é professor no laboratório de computação gráfica de Stanford, onde o seu trabalho incluiu a criação de código que ajudou chips gráficos especializados a melhorar a fidelidade e o poder de projetos de Hollywood, videojogos, realidade virtual e smartphones. Hanrahan diz que assistir à estreia de Toy Story em 1995 ajudou-o a entender o impacto que tal trabalho de matemática e ciências da computação nos bastidores pode ter no mundo. “Sabia que trabalhar em filmes era tecnicamente interessante e desafiante, mas foi incrível ver os sorrisos nas caras das crianças”, recorda. “Uma das razões porque ainda estou muito entusiasmado com gráficos é que realça o aspeto criativo das pessoas”.

Fonte: Wired

A Era da Integridade Digital: Dos Dados Orientados para uma publicidade ´choice-first´

O Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD) (UE) 2016/679 é um regulamento do direito europeu sobre privacidade e proteção de dados pessoais, aplicável a todos os indivíduos na União Europeia e Espaço Económico Europeu que foi criado em 2018. Regulamenta também a exportação de dados pessoais para fora da UE e EEE.

Segundo um estudo publicado pelo IAPP – International Association of Privacy Professionals [12] as novas leis de proteção de dados deverão criar 75.000 novos
empregos no mundo, dos quais 28.000 na União Europeia. A necessidade de designação de um DPO – Data Protection Officer independente (ou Encarregado de Proteção
de Dados), deverá ser uma das principais fontes de demanda por novos profissionais. Grandes portais de tecnologia e negócios também divulgaram notícias sobre oportunidades de negócios a serem criadas pelas novas diretivas. O RGPD tem como objetivo dar aos cidadãos e residentes formas de controlar os seus dados pessoais e unificar o quadro regulamentar europeu, e no seguimento destas linhas orientadoras, e
escrevendo exclusivamente para a ExchangeWire, Raphael Rodier, chief revenue officer, international, na Ogury, discute como o ecossistema de publicidade digital está definido para mudar fundamentalmente de um modelo baseado em dados, para um ambiente de ´primeiro uma escolha´.

gdpr2

Como referido, durante décadas, os dados dos consumidores foram recolhidos sem consentimento para servir anúncios indesejados, intrusivos e direcionados. Não é surpresa então que a nossa pesquisa da empresa de mais de 287.000 utilizadores globais de smartphones revelou que uma esmagadora maioria (90%) de consumidores
acham anúncios direcionados irritantes. Mais dados, e segmentação mais refinada, permitir-lhe-ão fornecer anúncios relevantes que melhorem a experiência do utilizador e gerem os resultados necessários. Mas não está a funcionar assim. Os consumidores continuam frustrados com os anúncios que vêem. E com a introdução de novas leis de privacidade em todo o mundo, todos os dados que usa precisam ser compatíveis e consentidos. Caso contrário, enfrentamos riscos legais, financeiros e reputacionais.

Muitas empresas de tecnologia de anúncios estão a tentar aplicar CPMPs, a fim de contornar regulamentos de privacidade de dados, como o RGPD (Regulamento
Geral de Proteção de Dados) ou a Lei de Privacidade dos Consumidores da Califórnia (CCPA). Mas, apesar de estarem a tentar focar-se na conformidade, continuam, mais frequentemente do que não, a não oferecer aos utilizadores uma escolha justa e informada sobre a forma como partilham os seus dados. Apesar da orientação clara das autoridades de proteção de dados, 88% das implementações do CPMP continuam a negligenciar a oferta aos utilizadores de uma escolha plenamente compatível ou significativa sobre os seus dados. Para estabelecer a confiança e colocar os utilizadores no centro, as organizações precisam de abraçar um novo modelo de publicidade digital e implementar um CPMP que se baseie na clareza cristalina, no intercâmbio justo e na integridade inabalável. Garantir que os três são cumpridos é a única forma de abraçar
a era da integridade digital e evitar o tipo de publicidade fraudulenta que corrói a confiança e os resultados dos utilizadores. Desde o início, a clareza do contrato de consentimento entre consumidores e anunciantes deve ser delineada numa linguagem clara e concisa e deve oferecer três opções distintas:

1. Pague por uma subscrição que permita aos consumidores aceder a conteúdos sem anúncios e sem ter os seus dados rastreados.
2. Concordar em que os seus dados sejam recolhidos em troca de uma experiência mais personalizada, incluindo publicidade direcionada.
3. Opt-out da partilha de dados pessoais, mas receber anúncios mais irrelevantes e possivelmente prejudicar a experiência do utilizador.

É a única forma de garantir o pleno cumprimento e uma troca de justo valor. E é a única forma de recolher os dados fiáveis necessários para impulsionar a eficiência da publicidade digital.

gdpr1

Apresentando um caso concreto, a Ogury construiu o seu negócio com a firme convicção de que a escolha do utilizador deve ser colocada no centro de todas as estratégias de publicidade digital, e pode atestar que é possível respeitar os utilizadores da forma correta, para entregar resultados empresariais. Como líder em publicidade orientada para a escolha, têm confiado na recolha de consentimento e preferências dos utilizadores desde a fundação em 2014; Muito antes do RGPD entrar em vigor. Compreende-se o delicado ato de equilíbrio entre o cumprimento e o crescimento sustentado das receitas. O modelo de publicidade orientado para a escolha integra uma plataforma de gestão de consentimento e preferência sem propósito na espinha dorsal da tecnologia, para alimentar as escolhas dos utilizadores em todas as ativações publicitárias. Por conseguinte, serve apenas anúncios aos consumidores que optaram por ver e envolver-se com eles. Ao adotar este tipo de abordagem de primeira utilização, tem uma oportunidade real de envolver eficazmente os consumidores em dispositivos móveis, gerar retornos mensuráveis em todos os gastos de anúncios, e estabelecer um futuro sustentável para a publicidade digital, que se baseia na confiança.

Documentários como ‘The Great Hack’, e escândalos de alto nível como a Cambridge Analytica revelaram este facto ao mundo, deixando os consumidores irritados, cínicos e desconfiados em relação à publicidade digital. Estão cientes de que os seus dados foram recolhidos sem autorização e a confiança entre anunciantes, editores e utilizadores diminuiu. A indústria da publicidade digital enfrenta a sua maior transformação desde a criação da internet. A segurança dos dados é um novo imperativo, e é tão importante como a segurança da marca. A única maneira de garantir o sucesso é tomar uma nova abordagem, que passa de orientada a dados para a escolha em primeiro lugar. A mudança: A escolha do utilizador está a tomar o centro do palco

Mas, como é que se pode colocar a escolha do utilizador no centro da sua estratégia publicitária, sem pôr em risco o alcance ou o desempenho? Não é tão difícil como possamos pensar. E tudo começa com dados consentidos. Consentimento: Uma primeira linha vital de comunicação. Dados consentidos são dados que são recolhidos e utilizados eticamente e de forma a respeitar a privacidade e inteligência do utilizador. Isto requer
necessariamente uma plataforma de gestão de consentimento e preferência (CPMP) – uma tecnologia que recolhe e consolida as escolhas dos utilizadores em torno dos seus dados pessoais, que é administrada por editores e anunciantes nos seus próprios websites e aplicações. Não basta concentrarmo-nos em tentar ser complacente. Os utilizadores precisam de saber que lhes foi dada uma escolha e que também estão a receber valor. O Reality Report 2019 revelou que os consumidores compreendem o valor dos seus dados – quando lhes é dada uma escolha clara e justa, 71% das pessoas preferem partilhar os seus dados em vez de pagarem uma taxa monetária – sabem que o valor deve ser oferecido de forma clara e estão muito mais dispostos a pagar os seus dados.

Este tipo de compromisso em criar confiança entre anunciantes e consumidores é vital para o futuro da publicidade digital. A oportunidade: Abraçar uma era de integridade digital. A confiança dos utilizadores é uma vantagem competitiva e uma rota para um crescimento sustentável do negócio – e o futuro pertence àqueles que respondem à
mudança vital que está a transformar a publicidade digital. À medida que a indústria entra nesta nova era de integridade digital, não deve entendê-la como algo definido para o dificultar, mas vê-la como uma oportunidade para colocar os utilizadores no centro da sua estratégia de publicidade digital para impulsionar o sucesso a longo prazo.

Fonte: Exchangewire